Notícias

TRIBO DE JAH E O BOI DE NINA RODRIGUES

06/06/2018

A Tribo de Jah recebeu uma homenagem do Boi de Nina Rodrigues por meio de uma música e foi convidada a apadrinhar a tradicional manifestação da cultura do Maranhão em 2018.

O Bumba-Meu-Boi surgiu no cenário maranhense como um dos maiores representantes do folclore nacional com o objetivo de resgatar e preservar nossa cultura popular. O movimento é conhecido, reconhecido e sempre aplaudido por todo o estado.

Confira o vídeo com trecho da canção:

 

“Reggae e boi têm semelhantes passos”. Nesta frase da toada Luzes e Estrela do cantador Inaldo Bartolomeu uma mostra da similaridade entre o reggae e o bumba-meu-boi, dois ritmos tão presentes na vida dos maranhenses. A banda Tribo de Jah, por sua vez, na música Reggae Bumba Boi fala da confluência de ritmos negros, em uma mistura de África e América que desemboca em terras maranhenses.

Vê-se que o sentimento de proximidade entre o Reggae e o Bumba-meu-boi é candente tanto em quem produz o Boi, quanto o Reggae. Em 2018, o Nina mergulha neste universo e traz para a temporada junina reggaes compostos e interpretados por artistas consagrados do público maranhense com a sonoridade e a batida inconfundível do Bumba-Meu-Boi.  Uma verdadeira viagem musical.

Para simbolizar ainda mais a junção, dedicamos este registro fonográfico ao artista Marco Cruz (In memoriam). Maranhense que transitou com desenvoltura nos dois ritmos. Autor de Bangladesh, uma das músicas que integram este CD, Marco Cruz compôs e cantou no Bumba-meu-Boi de Nina Rodrigues a toada “Nina é Nina Boi, Nina foi”. Mesmo depois de tanto tempo a musica ainda é muito pedida onde o boi se apresenta. Relembrando essa parceria expressamos nosso reconhecimento ao talento deste artista que tanto contribuiu com a cena musical maranhense.

Texto: Joellson Braga – Cantador do Boi de Nina Rodrigues